A institucionalização da violência

Por Lucas Kobayashi

Resultado de imagem para 80 tiros

O Brasil está cada dia mais entregue à violência e ao caos. Um país que elegeu a pior plataforma eleitoral de todos os tempos, não pode ter melhores expectativas, a não ser a total banalização e institucionalização da violência.
Não basta ter um histórico escravista e de abismos sociais, não basta ter o racismo estrutural, o machismo e a LGBTfobia intrínsecas e enraizadas na cultura, temos que chegar ao fundo do poço do ódio e da brutalidade na sociedade. O golpe de 2015, arquitetado desde 2004, não acaba com Lula preso sem provas para isso, mas tem que destruir os mais básicos direitos sociais e civis.
A (d)reforma trabalhista e previdenciária, são apenas uma face da violência institucional que estamos vivendo. Na outra face temos uma Vereadora executada, temos o extermínio da juventude negra e neste domingo (07), desumanamente, mais de oitenta tiros em um carro de família. É inexplicável, inconcebível e incabível a execução do músico Evaldo dos Santos Rosa pelo exército brasileiro. Um crime bárbaro e escandaloso, reflexo e responsabilidade do escracho político de um chamado presidente da república e de um governador (assim com letras minúsculas mesmo) do Rio de Janeiro.
Desejamos proteger as famílias, mas nossa luta é para que essa proteção seja a TODAS as famílias, independentemente de qualquer recorte étnico, de gênero ou classe. Temos assim a necessidade de resistir aos ataques destes que impõe ao povo um governo que beneficia pouquíssimos.
Lutemos para proteger o direito à vida, ao pensamento, à condição de vida digna e de qualidade, e por Lula Livre!
Dandara vive! Marielle Vive! João Maria vive! Evaldo vive! 





A institucionalização da violência A institucionalização da violência Reviewed by FORA DA ORDEM BRASIL on 09:30 Rating: 5

Nenhum comentário